www.industria-portugal.com
norelem

A segurança em primeiro lugar: as chaves da norelem aumentam a segurança dos operadores

As chaves de segurança sem contacto da norelem, além de aumentarem a segurança dos operadores de máquinas-ferramenta e linhas de produção, também constituem uma solução robusta, fiável e fácil de integrar para os fabricantes.

A segurança em primeiro lugar: as chaves da norelem aumentam a segurança dos operadores

Concebidas para utilização em coberturas de proteção - incluindo portas, tampas e capôs - as chaves de segurança garantem que os equipamentos apenas são operados quando todas as coberturas estão fechadas. Caso uma cobertura seja aberta durante a operação, a chave desliga automaticamente e de forma segura o sistema para minimizar o risco de lesões nos operadores.

Disponíveis nas variantes com codificação magnética ou codificação RFID, as chaves de segurança da norelem podem ser instaladas posteriormente nas máquinas para aumentar a segurança geral. Com um atuador localizado na parte móvel e a cabeça de leitura do dispositivo montada na parte fixa, não é necessário qualquer contacto para um funcionamento adequado, resultando numa redução da manutenção necessária e num aumento da vida útil dos equipamentos, o que, por sua vez, aumenta a segurança geral.

Marcus Schneck, CEO da norelem, afirmou: "Sabemos quão importante é a segurança em ambientes de produção, tanto para benefício dos operadores como para a eficiência das instalações. Ao impedir o funcionamento das máquinas enquanto todas as coberturas não estiverem fechadas, as nossas chaves de segurança sem contacto apoiam os fabricantes na redução do risco de lesões nas suas linhas de produção e no funcionamento harmonioso das operações. E com duas variantes disponíveis, conseguimos oferecer aos fabricantes a flexibilidade exigida sem comprometer o objetivo final de maior segurança."

As chaves de segurança com codificação magnética da norelem foram concebidas para funcionar eficazmente a distâncias consideráveis, proporcionando uma maior tolerância operacional que permite acomodar características ambientais adversas, como vibrações. Como a ativação apenas é possível com um atuador adequado, o sistema magnético também consegue garantir proteção contra manipulação.

Em alternativa, o sistema RFID permite a adição de até 31 sensores numa série, possibilitando a monitorização de várias portas de proteção em simultâneo. Este elevado nível de flexibilidade é conseguido através de codificação universal, com a qual todos os atuadores adequados são reconhecidos pela chave de segurança. Nos casos em que as coberturas de proteção têm que ser monitorizadas independentemente se uma série, é possível atribuir atuadores a uma chave de segurança específica através de codificação individual, o que pode ser feito durante a instalação.

Garantindo a sua adequação para ambientes de produção, ambos os sistemas satisfazem o Índice de Proteção IP 67 quanto a proteção contra a penetração de poeira e água e os requisitos das normas ISO 13849-1 e IEC 60947-5-3. A variante com codificação RFID também respeita as normas EN62061 e IEC 61508.

Para mais informações sobre as chaves de segurança sem contacto da norelem, visite www.norelem.pt ou consulte o catálogo THE BIG GREEN BOOK.

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP