www.industria-portugal.com
Watson Marlow

Paques reduz o tempo de inatividade utilizando bombas Watson-Marlow numa central de biogás

Num sistema de dessulfurização de biogás, as bombas anteriormente utilizadas pela Paques foram substituídas por bombas peristálticas da Watson-Marlow Fluid Technology Solutions (WMFTS) e, desde então, esse processo tornou-se mais eficiente e obteve uma redução nos seus custos.

A Paques, líder mundial no desenvolvimento e construção de sistemas de purificação de efluentes e gases, reduziu o tempo de inatividade ao implementar bombas APEX, Qdos e Bredel num de seus sistemas anaeróbios de tratamento de efluentes industriais no Brasil.

O desafio
A Paques é líder mundial no tratamento anaeróbio de efluentes industriais, possui a sua sede na Holanda, e ajuda empresas a reduzir o uso de água, a pegada de carbono, além de recuperar recursos valiosos de resíduos por meio da sua biotecnologia ecológica.

O sistema biológico THIOPAQ®, marca patenteada da Paques, remove o gás sulfídrico (H2S) de correntes de biogás e gás natural que produzem enxofre elementar, um sólido amarelo à temperatura ambiente, e pode ser aplicado a uma ampla variedade de correntes de biogás contendo H2S.

As bombas de cavidade progressiva eram propensas a superaquecimento durante a operação, sobretudo durante a transferência de massa de enxofre dos reatores para a centrífuga, e exigiam monitorização constante da temperatura, o que levava a frequentes paragens para manutenção.

Foi durante a produção de uma nova unidade de um cliente que a Paques promoveu algumas melhorias no seu sistema THIOPAQ® Dessulfurização de Biogás - PAQUES. Esse cliente é uma joint venture entre uma grande central de processamento açúcar e uma empresa cogeradora de energia focada na produção de biogás a partir de resíduos agrícolas.

Solução
Neste projeto, as bombas de cavidade progressiva do sistema THIOPAQ® foram substituídas por vários modelos de bombas peristálticas da Watson-Marlow Fluid Technology Solutions (WMFTS) – bombas pesadas APEX e Bredel, e bombas doseadoras químicas Qdos – e assim conseguiu reduzir o tempo de inatividade e manutenção no sistema como um todo.

“Em comparação com as bombas de cavidade progressiva anteriormente utilizadas no sistema THIOPAQ®, as bombas peristálticas WMFTS oferecem um custo total de propriedade muito menor”, citou Antonio Yamada, Gestor de Engenharia da Paques. “Além disso, os gastos com manutenção foram significativamente reduzidos, assim como o volume de componentes químicos que precisam de ser utilizados no processo.”

As bombas funcionam 24 horas por dia todos os dias e são utilizadas na dosagem química de nutrientes, soda e antiespumante nos fluidos provenientes das lagoas de esgoto, e na transferência da massa de enxofre para a centrífuga. As bombas Qdos são utilizadas para dosagem química; as bombas APEX e Bredel são usadas para transferência de enxofre e dosagem de soda.

Resultados
A dosagem química precisa das bombas APEX e Qdos melhorou a qualidade e eficiência no processo de remoção de H2S. Além disso, a capacidade das bombas Bredel de lidar com massa de enxofre altamente abrasiva e corrosiva eliminou a necessidade de interrupções contínuas e onerosas para manutenção corretiva e, portanto, contribuiu para aumentar a eficiência da operação.

“A parceria entre a WMFTS e a Paques foi fundamental para o sucesso desse projeto na planta”, explicou Nilton Constantino, Engenheiro de Vendas da Watson-Marlow.

“É uma demonstração perfeita de como dedicar tempo para identificar corretamente os problemas no dia a dia da operação, além de obter informações valiosas sobre o sistema, que permite a criação de uma solução que se adapta perfeitamente às necessidades do cliente. A exclusividade da Watson-Marlow como fornecedor de soluções completas significa que temos experiência numa ampla variedade de bombas e equipamentos, e podemos recomendar a solução ideal para os nossos clientes, seja uma única bomba ou várias bombas da nossa linha.”

A planta resultante desse projeto, inaugurada no final de 2020, foi construída junto a uma já existente central de etanol e açúcar dessa multinacional, que faz a moagem de mais de 5 milhões de toneladas de cana por ano, e gera um volume de vinhaça e torta de filtro capaz de atender às necessidades de biogás numa escala comercial.
Com uma expectativa de produzir energia na ordem de 138 mil MWh ao ano, o projeto coloca este consórcio numa posição estratégica no mercado de energias renováveis, e evidencia o grande potencial que existe no tratamento de resíduos agroindustriais para um mercado em alta expansão.

wmfts.com/global



Paques reduz o tempo de inatividade utilizando bombas Watson-Marlow numa central de biogás
Bombas Bredel – Transferência de enxofre


Paques reduz o tempo de inatividade utilizando bombas Watson-Marlow numa central de biogás
Bombas APEX – Medição de Soda


Paques reduz o tempo de inatividade utilizando bombas Watson-Marlow numa central de biogás
Bombas Qdos – Medição de enzimas

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP